Sexta-feira, 23 de Março de 2007

MST - Onde estão os Parques de Estacionamento?

 
Na noite de 2 de Fevereiro a Assembleia Municipal de Almada reuniu para debater uma proposta apresentada pelo executivo camarário.
 
Tratava-se da proposta titulada “Ordenamento do Estacionamento das Zonas de Obra MST/CACILHAS e ALMADA CENTRO”.
 
A proposta foi aprovada com os votos favoráveis dos deputados Comunistas, Sociais-democratas e do Bloco de Esquerda.
 
Os socialistas abstiveram-se.
 
Antes de explicar as razões da abstenção Socialista importa referir que o Metro Sul do Tejo, obra de consenso na nossa Cidade e dos Almadenses, tem a marca genética dos Socialistas.
 
Se há MST, deve-se a João Cravinho!
 
Com efeito, foi com o então Ministro Socialista João Cravinho que o protocolo que previa o desenvolvimento do Metropolitano Ligeiro da Margem Sul foi assinado em Janeiro de 1999. Protocolo esse que também contou com assinatura do malogrado Ministro Socialista Sousa Franco e dos Presidentes das Câmaras Municipais de Almada, Barreiro, Moita e Seixal.
 
Porquê então o voto de abstenção Socialista?
 
Porque o Metro tem de servir os Almadenses e não o oposto!
 
Temos vindo a pronunciar-nos de forma responsável sobre as diversas matérias que consideramos não acautelarem os interesses dos Almadenses.
 
Nesse sentido, temos chamado a atenção para a falta de espaços de parqueamento, para a falta de previsão atempada dos parques de estacionamento.
 
A proposta votada limita-se a ordenar o trânsito nalgumas artérias da nossa cidade. Mais nada!
 
Se não se construírem parques de estacionamento, vão sobrar viaturas por aparcar, vão faltar lugares para estacionar!
 
De acordo com o estudo feito pela consultora “Transitec” para a Câmara Municipal, os números são os seguintes:
 
Zona de 25 de Abril / Gil Vicente
  • Lugares de estacionamento legal (sem contar com o estacionamento em fila dupla ou em cima do passeio) hoje, antes dos 9 meses das obras: 1.468.
  • No período das obras serão perdidos 346 lugares.
  • Depois das obras com o reordenamento já pensado pela Câmara mantêm-se perdidos os 346 lugares. Passa a haver 1.122 lugares de estacionamento definitivos.
Em conclusão:
  • A Câmara não acautela 346 lugares.
 
 Zona de Gil Vicente / S. João Baptista
  • Lugares de estacionamento legal antes dos 9 meses de obras: 1.736 lugares.
  • No período das obras serão perdidos 221 lugares.
  • Depois das obras com o reordenamento já pensado pela Câmara a perda aumenta. Passa a haver 1.479 lugares de estacionamento definitivos.
Em conclusão:
  • A Câmara não acautela 257 lugares.
 
Zona de S. João Baptista / Rotunda dos Bancos
  • Lugares de estacionamento legal antes das obras: 1.946 lugares
  • Com as obras serão suprimidos 326 lugares.
  • Depois das obras com o reordenamento já pensado pela Câmara a perda mantém-se. Passa a haver 1.620 lugares de estacionamento definitivo.
Em conclusão:
  • A Câmara não acautela 326 lugares.
 
Rotunda dos Bancos / Centro Sul
  • Lugares de estacionamento legal antes das obras: 379 lugares.
  • Com as obras são suprimidos 121 lugares.
  • Depois das obras com o reordenamento já pensado pela Câmara a perda mantém-se. Passa a haver 260 lugares de estacionamento definitivo.
Em conclusão:
  • A Câmara não acautela 110 lugares.
 
Resumindo e concluindo:
  • Antes das obras, havia 5.529 lugares de estacionamento legal.
  • Com as obras serão suprimidos 1.014 lugares.
  • Depois das obras e entrando em linha de conta com o reordenamento são garantidos 4.481.
Em conclusão:
  • A Câmara não acautela 1.048 lugares de estacionamento legal.
 
Se os leitores quiserem determinar a procura de estacionamento que não será satisfeita, podem multiplicar 1048 lugares pelo factor 1,5 e encontrarão 1572 viaturas (valor que corresponde à procura formal e informal).
 
Com as obras já terminadas, não haverá lugar, pelo menos, para 1048 viaturas.
 
Qual a solução para colmatar este défice?
 
A solução passa por construir parques de estacionamento!
 
Ora a proposta votada na Assembleia Municipal, nada dizia sobre a construção dos futuros parques de estacionamento.
 
Era uma proposta omissa e incompleta.
 
O articulista, enquanto Vereador votou com os restantes colegas, no mandato anterior, a aquisição de terrenos para a construção de parques de estacionamento.
 
Esta proposta de executivo camarário presta um mau serviço à Cidade e aos Almadenses.
 
Não acautela a qualidade de vida.
 
Os Almadenses têm direito a melhor qualidade de vida!
 
Têm direito a serem bem servidos
publicado por motssa às 19:14
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar no blog

 

Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts recentes

ADEUS!

DEBATE DE 06.10.2009

NOVO DEBATE

CAMPANHA AUTÁRQUICA

Programa Eleitoral

...

...

COMO FOI O DEBATE?

DEBATE ENTRE TODOS OS CAN...

DEBATE ENTRE TODOS OS CAN...

Arquivo

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Links